Percurso dos estudos em tecnologias na arte

Ricardo Nicola

Enveredando-se pelos caminhos das tecnologias da informação e da comunicação (TIC´s), o livro “Série Poéticas Visuais – Arte & Tecnologia, vol. 1” (2010) procura elaborar um cenário das várias pesquisas sobre a arte e seus desdobramentos no universo maquínico, como definiria muito bem o filósofo Gilles Deleuze, em “Crítica e Clínica” (1993).. Dentro dessa abordagem, ainda, o livro debruça-se na gênese do desenvolvimento tecnológico presente nas produções artísticas. Para isso, alguns artigos
retrocedem às manifestações tecnológicas e técnicas presentes na arte no princípio do século passado, como são apontadas no trabalho de Milton Nakata (2003), com a sua visão das ilustrações. Nele, o autor explora os diferentes atalhos em que as técnicas solidificaram os produtos midiáticos, momento em que a mídia impressa – representada principalmente pelas revistas, pelos cartazes etc. – credencia o fenômeno. Estão abertas as chances de as TIC´s construírem-se dentro de paradigmas midiáticos bem consistentes.

Extrapolando o fenômeno midiático, – no universo das técnicas, também, – outro artigo chama-nos a atenção para os cartazes da Belle Epoque; visto com riqueza de detalhes, Romão (2002) elenca em seu excerto de tese, em Comunicação e Poéticas Visuais, as diversas manipulações técnicas criadas nos cartazes. O autor realiza um trabalho de garimpagem desses produtos midiáticos, cruzando as abordagens de estilos no passado das artes multimidiáticas.

Diana Domingues, contudo, ressalta em seu artigo “Por uma ecologia das imagens nos sistemas interativos em Software Art: complexidade e iconicidade”, a emergência de abordagem ligada à teoria ecológica da imagem ao explorar as várias modalidades da arte na relação complexidade e espaço, propondo práticas criativas em Software Art “seguindo a proposta de W alter Benjamin do artista-engenheiro como sendo o ‘autor produtor’, ao conceber um sistema interativo que lida com o aparato tecnológico para intervenções na cultura (Domingues, 2010)”. E nessa linha, Emilio García Fernandez apresenta a TV digital Espanhola, os desafios e as virtudes de um sistema que operacionaliza criação e tecnologia.

O livro “Série Poéticas Visuais – Arte & Tecnologia” procura elucidar as várias pesquisas dos docentes do Programa Poéticas Visuais, em que despontam Maria do Carmo
Jampaulo Palhaci, Maria Antonia Bennutti entre outros, onde o cruzamento dessas pesquisas propõe um novo olhar sobre as tecnologias.

Diante disso, o “Arte & Tecnologia”, em seu primeiro volume, antecipa algumas tendências de análise tecnológica sobre a arte, suas inferências, investigações e desdobramentos. Estando, já no prelo, o volume 2, a ser lançado no segundo semestre de 2011. Vale a pena acompanhar os novos olhares de pesquisadores envolvidos direta ou indiretamente neste fenômeno de intensos hibridismos como é a Arte em sua dimensão tecnossocial. Fica o convite a todos para leitura e estudos.

Download (PDF) | Visualizar Artigo

Palavras-Chave: , ,