Arquivo por Autor

Texte et Image

Nelyse Apparecida Melro Salzedas

Um perpassar pelo sumário revela o eixo temático do livro de Jacques Morizot – O Caminho do texto para a imagem e a presença forte da semiótica e a semiologia como instrumentos de leitura que, a partir do capítulo IV, amarra-as a um conto de Borges Alera Mérrard, autor de Quixote, inserido em Ficções.

O conceito de imagem discutido por Morizot fecha o sumário em um progresso dedutereo, pois a começar pela pintura o texto caminha em direção à imurição plástica, à literatura, às artes visuais e afunila-se, no capítulo VI, em imagem, linguagem e virtual, e só então, o seu leitor aborda o conceito e concepção de imagem.

Todo o ritual teórico-semiótico e semiológico-amarra-se em Christian Metz, Louis Niarin, Hary Schoffer, Goodman, Schapiro, e outros autores, que tratam da simbolização, pintura e narrativa.

Apesar da presença, notas e referências sobre as idéias de Louis Niarin, no capitulo III – Tentação e limitação da semiologia – Morizot não descarta a importância e a conturbação daquele crítico que define a importância de relação texto/imagem em três subtítulos:

  1. Um texto se liga à imagem a titulo de descrição e comentário;
  2. A imagem reenvia a um texto onde ela encontra a fonte;
  3. A frase coloca um texto novo a serviço da imagem.

Outros dois subtítulos em negrito quase que fecham as ideias principais desse capítulo tão importante: O lugar de uso no funcionamento da imagem; a importância dos aspectos extra denotativo para uma caracterização correta do funcionamento de imagem.

Enfim, o texto de Morizot, sejamos semiologistas ou semiólogos, é básico àqueles que  esquisam a relação entre texto/imagem.

Jacques Morizot

Interfaces: Texte et imagem.

Press Universitares de Rennes, 2004

Comentários desativados em Texte et Image

A autocitação paródica em Pedro Almodóvar: uma poética da pós-modernidade

João Eduardo Hidalgo

RESUMO

Comentários do uso cíclico, feitos pelo cineasta espanhol de auto-citações em seus filmes de obras da maturidade. Desde 1995, além das citações conhecidas de filmes de outros autores, ele começa a incorporar e desenvolver idéias, cenas, personagens presentes em seus filmes anteriores. Aqui está a relação entre La flor de mi secreto e Volver e também entre Mujeres al borde de un Ataque de nervios e Los abrazos rotos.

ABSTRACT

Comment of cyclic use, made by the Spanish filmmaker of self-citations in his movies of mature works. Since 1995, besides the well-known quotations from films from other authors, he begins to incorporate and develop ideas, scenes, characters present in his previous films. Here stands the relationship between La flor de mi secreto e Volver and also between Mujeres al borde de un ataque de nervios e Los abrazos rotos.

Comentários desativados em A autocitação paródica em Pedro Almodóvar: uma poética da pós-modernidade

A cultura do imediatismo nas artes e nas técnicas de representação gráfica

Maria do Carmo Jampaulo Plácido Palhaci

RESUMO

Se quisermos definir a palavra “imediato”, podemos relacioná-la com termos como: súbita ou instantânea. Não há planejamento ou construção no imediato. A cultura do imediatismo pode ser encontrada em todos os campos do conhecimento artístico e técnico. Este fato implica que os educadores analisam as diferentes formas de reflexão, a fim de alcançar um sentido comum.

Podemos inferir que, quando o início os alunos dos cursos de graduação estão em processo de descoberta de seu potencial e estão abertos para receber os conhecimentos de professores competentes e conscientes nas universidades. A transmissão de conhecimentos deve ser feita em etapas previstas, dando aos alunos de graduação o tempo necessário para assimilar o conhecimento antes de fornecer-lhes a informação que já está completa na atual cultura do imediatismo.

ABSTRACT

If we want to define the word Immediate, we can relate it with such terms: sudden or instantaneous. There is no planning or construction in the immediate. The culture of immediacy can be found in all fields of the artistic and technical knowledge. This fact entails that educators analyze the different ways of pondering in order to achieve a common direction.

We infer that when the students commence in their undergraduate courses they are in a process of discovering their potential and are open to receiving knowledge from competent and conscientious professors in the universities. The transmission of knowledge ought to be made in planned stages, giving the undergraduate students the required time to assimilate the knowledge before providing them the information that is already complete in the current culture of immediacy.

Comentários desativados em A cultura do imediatismo nas artes e nas técnicas de representação gráfica

A instalação e a XXI Bienal Internacional de São Paulo

Joedy Luciana Barros
Marins Bamonte

RESUMO

Este trabalho aborda a instalação como a linguagem plástica mais representativa do final do século XX, contextualizando-a historicamente e analisando-a conceitualmente. Traz um sucinto histórico a partir das collages de Pablo Picasso, dos readymades de Marcel Duchamp e o seu desenvolvimento no decorrer de todo século XX.

Para proceder a leitura e a reflexão da obra, partiu-se da experienciação com base no trabalho da pesquisadora junto à XXI Bienal Internacional de São Paulo, que resultou em textos verbais e não-verbais referentes a onze instalações, sob aspectos poéticos que permeiam o verbal e o não-verbal, em palavras e desenhos.

ABSTRACT

This paper deals with the installation as the visual language more representative of the late twentieth century, contextualizing it historically and conceptually in analyzing it. Brings a brief history from the collages of Pablo Picasso, the readymades of Marcel Duchamp and its development, during the entire twentieth century.

To make reading and reflection of the work, quote from experiencing based on the work of the researcher at the XXI Bienal de São Paulo, which resulted in verbal and non-verbal texts relating to eleven installations in poetic aspects that permeate the verbal and non-verbal, in words and drawings.

Comentários (1)

A recepção da comunicação veiculada pelos vitrais dos Espaços Sagrados da Sainte Chapelle e da Catedral de Chartres

Hélio Requena da Conceição

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi buscar uma recepção da comunicação veiculada pelos vitrais dos espaços sagrados da Sainte Chapelle, de Paris e da Catedral de Notre-Dame, de Chartres, demonstrando que essas obras, pertencentes ao período gótico francês, constituem verdadeiro meio de comunicação.

No capítulo primeiro, “Os vitrais – meios de comunicação pela arte”, buscamos a apresentação e análise dos meios utilizados pelos seus criadores para tornar legível e aceita a mensagem veiculada, bem como a estrutura e a existência do prototexto que deu origem à metacomunicação dos vitrais.

No capítulo segundo, “Uma proposta de leitura: estética de Iser e Jauss”, referente à técnica, preocupamo-nos com o enquadramento teórico da comunicação veiculada pelos vitrais na estética da recepção de Jauss e Iser.

No capítulo terceiro, “O processo de leitura: o contexto”, buscamos a reconstrução da história, objetivo e forma como se deu a construção dos espaços sagrados onde se encontram essas obras de arte, como também o pensamento filosófico e a ideologia que as nortearam.

Finalmente, no capítulo quarto, na parte do não-verbal, apresentamos um processo de leitura formal e simbólica dos vitrais da Sainte Chapelle e da Catedral de Notre-Dame de Chartres.

ABSTRACT

The objective was to get a reception from the communication conveyed through the sacred spaces of Sainte Chapelle in Paris and the Cathedral of Notre-Dame, Chartres, demonstrating that these works, belonging to the French Gothic period, are true communication mediums.

In the first chapter, “The stained glass windows – art media “, we search for presentations and analysis’s of the means used by its creators to make it readable and acceptable the message conveyed, and also the structure and the existence of prototext which gave rise to the meta-communication of stained glass.

In the second chapter, “A proposal of reading: aesthetic of Iser and Jauss,” referring to the technique, we concern ourselves with the theoretical framework of the communication conveyed through the stained glass in the aesthetic reception of Iser and Jauss.

The third chapter, “The reading process: the context,” focuses on the reconstruction of the history, purpose and how the construction of the sacred spaces where these works of art commenced, but also the philosophical thought and ideology that have guided them.

Finally, in chapter four, in the nonverbal part, we present a process of formal and symbolic reading of the stained glass of Sainte Chapelle and Notre-Dame de Chartres.

Comentários desativados em A recepção da comunicação veiculada pelos vitrais dos Espaços Sagrados da Sainte Chapelle e da Catedral de Chartres

Painel Tiradentes: Reificação e Liberdade

Fabrício Reinaldo Cerini

RESUMO

As representações do personagem histórico “Tiradentes” são analisadas em termos da Estética da Recepção, da Semiótica e de suas vertentes na Sociedade Multimídia. A preocupação com a integração e contextualização entre História e Arte é evidenciada à medida que as representações de Tiradentes são confirmadas pelo referencial documental básico ( Autos de Devasa da Inconfidência Mineira ). O horizonte de expectativa evidenciado pelo(s) autor(es) de cada obra em questão,pode ser entendido a partir de tais documentos.

Os resultados das análises efetuadas permitem concluir a intenção do autor da(s) obra(s) e sua consonância com o momento histórico retratado (no caso, a Incofidência Mineira) e, partindo de uma vertente ficcionalizada, compô-la num universo de atualização, onde, no caso específico, do Painel “Tiradentes”de Cândido Portinari, seu autor não só visualizou o processo histórico em questão, mas retratou o momento populista em que viveu, seus anseios e convicções políticas.

ABSTRACT

The representations of the historical character “Tiradentes” are analyzed in terms of the Aesthetics of Reception, Semiotics and its components in the Multimedia Society. The concern with the integration and contextualization of history and art is evident as the Tiradentes representations are confirmed by the basic reference document (Autos Devas of the Mining Conspiracy). The horizon of expectation evidenced by the author(s) of each work in question can be understood from these documents.

The results of the analyses allow us to conclude the intent of the author(s) work(s) and its consonance with the historical moment portrayed (in the case, the Mining Conspiracy) and, based on a fictionalized aspect, write it in a universe of updates where, in the specific case, the Panel “Tiradentes” by Candido Portinari, its author not only viewed the historical process in question, but portrayed the populist moment in which he lived, his yearnings and political convictions.

Comentários desativados em Painel Tiradentes: Reificação e Liberdade

Poéticas Visuais e Videoclipe

Paulo César Napoli

RESUMO

Com o objetivo de desmistificar a atual visão mercadológica pela qual o videoclipe é enfocado, procuramos identificar os elementos constitutivos da linguagem do videoclipe, verificando como essa forma híbrida de linguagem pode estimular a percepção humana em prol de uma interpretação e criação que possa se configurar como uma forma de expressão e comunicação das artes em geral.

Estivemos, assim, realizando uma análise sintática de um videoclipe a fim de estabelecermos uma relação estética a poesia, a música e a imagem, oferecendo elementos para uma transdisciplinaridade nos campos da Semiótica, Literatura, Artes, Engenharia, Comunicação, Sociologia, Psicologia, Filosofia e demais áreas que, ao se colocarem diante desse fenômeno ‘perceberão’ que suas implicações são dinâmicas, configurando-se num campo fértil aos estudos acadêmicos.

Nesse sentido, as Poéticas Visuais vêm contemplar nosso estudo, uma vez que as relações estéticas entre a produção e a linguagem videoclipe, são assuntos que não podem deixar de ser observados diante de sua influência junto aos meios de comunicação de massa e aos consumidores da Indústria Cultural, dentre elas, a fonográfica.

ABSTRACT

Aiming to demystify the current marketing vision in which the video is focused, we seek to identify the elements of the language of the video, seeing how this hybrid form of language, can stimulate human perception in favor of an interpretation that can create and configure as a form of art expression and communication in general.

We will thus performing a syntactic analysis of a video clip in order to establish an aesthetic relation to poetry, music and image, offering elements for a transdisciplinary fields of Semiotics, Literature, Arts, Engineering, Communication, Sociology, Psychology, Philosophy and other areas that, when put in this phenomenon ‘notice’ that their implications are dynamic, becoming a fertile field for academic study.

In this sense, the Visual Poetics serve to contemplate our study, since the aesthetic relations between language and music video production, are matters that can only be observed in front of its influence with the media and mass consumers of Cultural Industry among them, the music.

Comentários desativados em Poéticas Visuais e Videoclipe

Graffiti: sua velocidade, seu tempo, seu público

Maria Cecília Rais Barbosa

RESUMO

Este trabalho propõe a reflexão do graffiti como obra artística e como manifestação. As transformações ocorridas em suas formas de apresentação, geradas pela velocidade com que capta a realidade que lhe é imediata, própria a seu tempo, ao seu público e seu contexto.

Numa perspectiva de registro e leitura do graffiti local, os valores a que remete centralizam nossas reflexões na questão da comunicação e da arte na cidade, para o entendimento das motivações, influências e, principalmente, a criatividade de que estão prenhes em seu nível estético.

ABSTRACT

This work proposes a reflection on the graffiti as an artistic work and manifestation. The changes occurring in their forms of presentation, generated by the speed with which it captures the reality that is immediate, to its own time, audience and context.

In terms of recording and reading of local graffiti, the values referring to centralize our reflections on the issue of communication and art in the city, to understand the motivations, influences, and especially the creativity that are pregnant in their aesthetic level.

Comentários desativados em Graffiti: sua velocidade, seu tempo, seu público

Interfaces: Literatura e Pintura (uma interpretação histórica do cotidiano operário do século XIX)

Nilva Celise Vanoni Bellotti

RESUMO

O objetivo da dissertação foi reler o cotidiano operário do século XIX através da literatura e da pintura. Este estudo se tomou possível devido à mudança que ocorreu na História empreendida pela Escola dos Annales que deixou de lado o enfoque nos grandes homens e nos documentos oficiais, para destacar a História dos que até então foram deixados de lado: os trabalhadores, os excluídos e os oprimidos. A novidade dessa historiografia é o dia-a-dia dos homens comuns, dos desconhecidos, daqueles de quem nunca se fala, que não são célebres.

Essa história do cotidiano do homem é tão significativa, dramática e sedutora quanto a dos grandes homens e dos grandes trabalhos. Dentro das novas possibilidade inauguradas pelos Annales, é que buscamos a literatura e a pintura como fontes históricas, para resgatar índices do cotidiano do trabalhador como: sua maneira de viver, de morar, de vestir, de comer, suas doenças, sexualidade, entre outros.

ABSTRACT

The objective of this dissertation was to reread the daily labor of the nineteenth century through literature and painting. This study became possible due to the change that occurred in history undertaken by the School of Annales which left aside the focus on great men and official documents, to highlight the history of those who have been overlooked: the workers, the excluded and the oppressed.

The novelty of this historiography is the day-to-day lives of ordinary men, the unknowns, those who are never spoken of, who are not famous – The story of the daily life of man is so significant, dramatic and seductive as that of great men and great work. Among the new possibilities opened by the Annales, we use literature and painting as historical sources, to rescue daily rates of the worker like: their way of living, dressing, eating, their diseases, sexuality, amongst others.

Comentários desativados em Interfaces: Literatura e Pintura (uma interpretação histórica do cotidiano operário do século XIX)

O engenho e a arte na tapeçaria

Solange Maria Leão Pelosi

RESUMO

O presente trabalho enfoca a tapeçaria, e uma específica: La Dame à la Licorne. Há nele um corte diacrônico na tapeçaria, bem como um sincrônico no seu fazer.

Na parte em que discute a tapeçaria do Cluny, contém uma leitura sedimentada no símbolo e o mito. A diacronia abrange a temporalidade da produção e a sincronia uma descrição em nível da história da religião e do mito.

A leitura foi um processo de atualização e presentificação da La Dame à La Licorne, utilizando-se de uma metodologia ajustada ao texto não-verbal.

ABSTRACT

This paper focuses on the tapestry, and in specific: La Dame à la Licorne. In it there is a diachronic cut in the tapestry and a synchronic in its way of doing.

In the part that discusses the tapestry of Cluny, there is contained a sedimented reading of the symbol and myth. The diachrony covers the temporality of production and a description of sync between the history of religion and myth.

The reading was a process of updating and presentification of La Dame à la Licorne,using a methodology adjusted to the nonverbal text.

Comentários desativados em O engenho e a arte na tapeçaria
Página 3 de 41234